30.07

05.08

Local do evento: Federação Catarinense de Tênis

História

Fique por dentro do BTC.

O Brasil Tennis Cup foi o torneio responsável por recolocar o Brasil no mapa do circuito WTA, a elite do tênis feminino mundial, após 11 anos de ausência. Com realização da Federação Catarinense de Tênis e co-realização da Confederação Brasileira de Tênis, o torneio teve duas edições de sucesso e neste ano acontece pela primeira vez em uma data diferente, já visando os Jogos Olímpicos Rio-2016.

Em 2015, a sede do torneio é o Costão do Santinho Resort, um local paradisíaco em Florianópolis, com quadras de saibro, que superfície favorita das tenistas brasileiras. A data também mudou apresentada pela WTA no final de 2013, a direção do torneio decidiu realizá-lo na última semana de julho, colocando o torneio de 2015 na rota da pontuação para o ranking que definirá as classificadas para os Jogos Olímpicos Rio-2016 e entrando no ano de 2016 antecendendo em uma semana o grande evento esportivo mundial.

Neste ano, temos entre as estrelas do torneio a brasileira Teliana Pereira, que conquistou o seu primeiro título WTA na temporada atual, em Bogotá, na Colômbia, encerrando um jejum de 27 anos sem títulos de brasileiras em torneios deste nível. Gabriela Cé e Paula Gonçalves, integrantes da equipe brasileira da Fed Cup e representantes brasileiras nos Jogos Pan-Americanos de Toronto-2015 também são atrações. Entre as estrangeiras, se destacam a alemã Tatjana Maria, a croata Ajla Tomljanovic e a americana Bethanie Mattek-Sands, número 5 do mundo de duplas, que também está retomando os bons resultados em simples.

 

2014

Campeã de simples: KLARA KOUKALOVA (CZE)

Campeãs de duplas: ANABEL MEDINA GARRIGUES (ESP)/YAROSLAVA SHVEDOVA (KAZ)

A segunda edição do Brasil Tennis Cup foi realizada entre os dias 23 de fevereiro e 1 de março na sede da Federação Catarinense de Tênis, na Avenida Beira-Mar, também com uma bela paisagem e tenistas de grande relevância no circuito mundial, como as espanholas Carla Suárez Navarro e Garbiñe Muguruza, além da italiana Francesca Schiavone, campeã de Roland Garros, a cazaque Yaroslava Shvedova, a romena Monica Niculescu, campeã da edição anterior, e a tcheca Klara Koukalova (ex-Zakopalova), que se sagrou campeã de simples.

Cabeça de chave 3, Koukalova iniciou sua campanha com vitória sobre a jovem croata Donna Vekic na primeira rodada. Depois passou pela francesa Alizé Lim nas oitavas de final, pela romena Alexandra Dulgheru nas quartas de final e pela espanhola Carla Suárez Navarro, principal favorita, na semifinal, antes de vencer a final de virada contra Garbiñe Muguruza, uma das estrelas ascendentes da WTA.

A chave principal de simples contou com a participação das brasileiras Teliana Pereira, Paula Gonçalves, Gabriela Cé e Beatriz Haddad Maia. No qualifying, competiram as locais Maria Fernanda Alves, Eduarda Piai, Nathalia Rossi e Laura Pigossi, que não conseguiram avançar.

Nas duplas, a cazaque Yaroslava Shvedova e a espanhola Anabel Medina Garrigues conquistaram o bicampeonato com a vitória na final sobre a italiana Francesca Schiavone e a espanhola Silvia Soler Espinosa.

A campanha das campeãs começou com vitória sobre as irmãs ucranianas Lyudmyla e Nadyia Kichenok na primeira rodada. Em seguida, elas passaram pela russa Alexandra Panova e a francesa Laura Thorpe nas quartas de final e pela dupla da americana Vania King e a tcheca Barbora Zahlavova Strycova na semifinal.

 

2013

Campeã de simples: MONICA NICULESCU (ROU)

Campeãs de duplas: ANABEL MEDINA GARRIGUES (ESP)/YAROSLAVA SHVEDOVA (KAZ)

A primeira edição do Brasil Tennis Cup foi realizada entre os dias 24 de fevereiro e 2 de março na sede da Federação Catarinense de Tênis, na Avenida Beira-Mar Norte e trouxe pela primeira vez ao país a americana Venus Williams, dona da 22 títulos de Grand Slam, quatro medalhas olímpicas de ouro e um título da Fed Cup, além de ex-número 1 do ranking mundial feminino.

Além da presença de Venus Williams, o torneio teve grande repercussão também por recolocar o país na rota da WTA em uma data que havia sido adquirida em 2012 pela Confederação Brasileira de Tênis, a co-realizadora do torneio realizado pela Federação Catarinense de Tênis.

O torneio também contou com a cazaque Yaroslava Shvedova, a belga Kirsten Flipkens, a francesa Kristina Mladenovic, as espanholas Anabel Medina Garrigues e Garbiñe Muguruza, a japonesa Kimiko Date-Krumm, a croata Mirjana Lucic-Baroni, a israelense Shahar Peer e a romena Monica Niculescu, que pela primeira vez se sagrou campeã de um WTA no Brasil Tennis Cup.

Sem ser cotada para o título, Niculescu fez grande campanha iniciada com vitória de virada sobre a espanhola Anabel Medina Garrigues. Em seguida, ela passou pela croata Tereza Mrdeza nas oitavas de final, venceu a húngara Timea Babos nas quartas de final, desbancou a francesa Kristina Mladenovic na semifinal e venceu na final a russa Olga Puchkova, que havia surpreendido na semifinal a americana Venus Williams.

A chave principal de simples contou com as brasileiras Teliana Pereira, Paula Gonçalves, Maria Fernanda Alves e Beatriz Haddad Maia, que conquistou sua primeira vitória em torneio WTA aos 17 anos. No qualifying, as brasileiras Laura Pigossi, Roxane Vaisemberg, Ingrid Martins, Carla Forte, Samantha Czarniak Rego e Fernanda Hermenegildo não conseguiram avançar.

Nas duplas, Anabel Medina Garrigues e Yaroslava Shvedova conquistaram o título com a vitória na final sobre a britânica Anne Keothavong e a russa Valeria Savinykh. Na campanha, elas venceram na estreia a francesa Caroline Garcia e a espanhola Garbiñe Muguruza na primeira rodada, passaram pela argentina Florencia Molinero e a venezuelana Adriana Perez nas quartas de final e pela dupla da húngara Timea Babos com a japonesa Kimiko Date-Krumm na semifinal.

Home.Voltar.Ir ao Topo

RSS